Gasolina ou Álcool?

Optar pelo álcool ou gasolina é uma decisão comum para quem possui um carro total flex.
Esses veículos possuem motores de combustão interna que funcionam com os dois tipos de combustível.
Mas qual será que vale mais a pena?

Geralmente, a questão financeira fala mais alto. Qualquer motorista se preocupa com o valor gasto por mês para abastecer seu veículo.

Afinal, as demais despesas para mantê-lo já são bem altas.

Foi multado? Baixe Grátis o PDF Exclusivo de Como Recorrer sua Multa de Trânsito!
Primeiro, há gastos obrigatórios pagos todos os anos, como o seguro DPVAT, IPVA e o licenciamento.

Depois, vêm opcionais importantes, como o seguro privado.

Além de garagem, estacionamento, limpeza e, é claro, revisões e manutenções.

Some todos esses custos e veja quanto você gasta no final do ano com o seu veículo. Bastante dinheiro, não?

A questão é que, de todas essas despesas, é muito mais fácil economizar no combustível, pois um veículo muito usado é abastecido com grande frequência e esse, portanto, é o maior custo do proprietário.

Mas decidir entre o álcool ou gasolina é muito mais complexo do que comparar os preços que constam nas bombas dos postos.

E não estamos falando apenas na autonomia que cada tipo de combustível proporciona aos veículos. Eles possuem outras vantagens e desvantagens.

Falaremos sobre tudo isso aqui, para auxiliar na tarefa de decidir entre álcool ou gasolina.

As informações a seguir também são muito úteis para quem está interessado em comprar um carro flex.

Boa leitura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *